domingo, 28 de Abril de 2013

TABUADA CANTADA

A tabuada é algo que aprendemos e levamos para a vida inteira, não importando onde você irá trabalhar. A tabuada sempre será lembrada e será muito útil no seu dia-a-dia. As crianças ou jovens que estão começando a estudar matemática por agora, às vezes, enfrentam dificuldades para realizar as contas de multiplicação. Sabendo disso, colocamos vídeos com a tabuada cantada para que fique mais fácil de decorá-la. Para uma boa memorização é necessário que o estudante esteja concentrado na sua atividade. Cantar junto é muito importante para que a tabuada fique gravada na memória de forma mais fácil . Tabuada cantada inteira Tabuada cantada do 9 por Patati Patata

sábado, 15 de Dezembro de 2012

Jogo Saco Pai Natal!

A sua tarefa é evitar que o Pai Natal encha a sua saca de presentes!Para isso tem de eliminar os duendes que aparecem como se fossem formigas. Divirta-se! Instruções do Jogo Saco Pai Natal! Com o rato aponte e acerte nos duendes. Seja rápido porque quando o saco do Pai Natal tiver 20 presentes no saco, o jogo acaba!

Jogos Online - nJogos.pt

sábado, 1 de Dezembro de 2012

FELIZ NATAL

«Natal, é para ser todos os dias. Nos nossos corações, nas nossas mentes. O Natal não está nos presentes, está na ajuda ao próximo e na compreensão. É dar-mos as mãos e sentirmo-nos irmãos. Quando isto acontece, é Natal!»

sábado, 24 de Novembro de 2012

A TODOS UM BOM NATAL (MÚSICA E LETRA)

Música - A todos um bom Natal em SPC Refrão A todos um Bom Natal A todos um Bom Natal Que seja um Bom Natal, para todos vós Que seja um Bom Natal, para todos vós No Natal pela manhã Ouvem-se os sinos tocar E há uma grande alegria, no ar Refrão A todos um Bom Natal A todos um Bom Natal Que seja um Bom Natal, para todos vós Que seja um Bom Natal, para todos vós Nesta manhã de Natal Há em todos os países Muitos milhões de meninos, felizes Refrão A todos um Bom Natal A todos um Bom Natal Que seja um Bom Natal, para todos vós Que seja um Bom Natal, para todos vós Vão aos saltos pela casa Descalças ou com chinelos Procurar suas prendas, tão belas Refrão A todos um Bom Natal A todos um Bom Natal Que seja um Bom Natal, para todos vós Que seja um Bom Natal, para todos vós Depois há danças de roda As crianças dão as mãos No Natal todos se sentem irmãos Refrão A todos um Bom Natal A todos um Bom Natal Que seja um Bom Natal, para todos vós Que seja um Bom Natal, para todos vós Se isto fosse verdade Para todos os Meninos Era bom ouvir os sinos tocar. Refrão A todos um Bom Natal A todos um Bom Natal Que seja um Bom Natal, para todos vós Que seja um Bom Natal, para todos vós

HISTÓRIA - A GIRAFA VAIDOSA

Havia uma girafa muito vaidosa e muito esquisita naquilo que comia. Uma folha era muito pequena, outra era muito amarela e outra ainda já tinha sido trincada por uma lagarta. Umas tinham picos e eram picantes, e outras eram rijas que nem com dentes de elefantes. Pobre girafa, demorava tanto tempo a comer que nunca podia ir brincar com os seus amigos da selva. O macaco Tobias, com pena da sua amiga, foi falar com ela. - Eu vou-te fazer o teu prato de folhas, e só vou escolher as mais deliciosas. Mas tens de por uma venda nos olhos. A girafa achou a brincadeira engraçada e aceitou. Pôs a venda nos olhos e rapidamente comeu o prato de folhas feito pelo macaco Tobias. - Viste como comeste rápido (disse o macaco). E agora vou- te dizer a maior surpresa. As folhas do teu prato não foram escolhidas, mas apanhadas à sorte. Como vês, gostaste e ganhaste tempo para brincar connosco. A girafa ficou tão contente que deu um salto tão alto que até deu uma cabeçada na lua, e ao descer passou pelas nuvens e ficou com as orelhas cobertas de neve. Agora na selva a girafa come de tudo e tem imenso tempo para participar com os seus amiguinhos da selva. Fim

terça-feira, 20 de Novembro de 2012

Dia dos Direitos Internacionais das Crianças

Em 20 de Novembro de 1959, a ONU fez a Declaração dos Direitos da Criança, com 10 artigos: 1- A criança deve ter condições para se desenvolver física, mental, moral, espiritual e socialmente, com liberdade e dignidade. 2- A criança tem direito a um nome e a uma nacionalidade, desde o seu nascimento. 3- A criança tem direito à alimentação, lazer, moradia e serviços médicos adequados. 4- A criança deve crescer amparada pelos pais e sob sua responsabilidade, num ambiente de afecto e de segurança. 5- A criança prejudicada física ou mentalmente deve receber tratamento, educação e cuidados especiais. 6- A criança tem direito a educação gratuita e obrigatória, ao menos nas etapas elementares. 7- A criança, em todas as circunstâncias, deve estar entre os primeiros a receber protecção e socorro. 8- A criança deve ser protegida contra toda forma de abandono e exploração. Não deverá trabalhar antes de uma idade adequada. 9- As crianças devem ser protegidas contra prática de discriminação racial, religiosa, ou de qualquer carácter. 10- A criança deve ser educada num espírito de compreensão, tolerância, amizade, fraternidade e paz entre os povos.

sábado, 10 de Novembro de 2012

Escreve aqui a tua Carta ao Pai Natal:

Escreve aqui a tua Carta ao Pai Natal:
Aqui tens o envelope e o papel de carta. Para enviares ao Pai Natal a tua lista de prendas, só falta completar os espaços em branco! Temos um trenó especial, a postos para levar o correiro à casa do Pai Natal, no Polo Norte. http://natal.com.pt/carta-pai-natal

sábado, 13 de Outubro de 2012

Astérix e Obélix: Ao Serviço de Sua Majestade Astérix et Obélix: Au Service de Sa Majesté

Astérix e Obélix: Ao Serviço de Sua Majestade Título original: Astérix et Obélix: Au Service de Sa Majesté De: Laurent Tirard Com: Gérard Depardieu, Edouard Baer, Guillaume Gallienne Outros dados: ITA/FRA/ESP, 2012, Cores 50 a.C.. Depois de conquistar o Egipto, a Hispânia e (quase toda) a Gália, Júlio César (Fabrice Luchini), o grande imperador romano, decide avançar com as suas tropas e invadir a Britânia. A vitória é rápida e total. Ou melhor, quase total. Para seu descontentamento, uma pequena aldeia bretã consegue resistir. Mas as forças bretãs enfraquecem a cada dia que passa. É então que Cordélia (Catherine Deneuve), a grande rainha, decide enviar Jolitorax (Vincent Lacoste) à Gália onde, segundo a lenda, vive o mais irredutível e temeroso povo. Ao mesmo tempo, na aldeia gaulesa em questão, Astérix e Obélix (Edouard Baer e Gérard Depardieu) debatem-se com um grave problema. É que o chefe Abracourcix confiou-lhes uma tarefa medonha: transformar Atrevidix (Vincent Lacoste), o seu preguiçoso e imaturo sobrinho, num homem responsável e capaz de olhar para além do seu próprio umbigo. Quando Jolitorax chega e descreve a situação da sua aldeia, os gauleses oferecem-lhe um barril da famosa poção mágica que lhes dará uma força sobre-humana e a protecção de Astérix e Obélix no seu regresso a casa. Porém, infelizmente para todos, Justforkix também faz parte da escolta até à Britânia...

terça-feira, 25 de Setembro de 2012

ABC DOS NOSSOS AMIGOS Nº "K" (KITTY)

DESENHOS PARA COLORIR HELLO KITTY ; DESIGNS FOR COLOR ; DESSINS POUR LA COULEUR ; Entwürfe für Farbe ; 外觀設計著色 ; ΣΧΕΔΙΑ ΧΡΩΣΤΙΚΕΣ ; ONTWERPEN COLORING ; DESAIN Mewarnai ; デザインぬりえ ; ПРОЕКТЫ раскраски ; ПРОЕКТИ розмальовки ; TASARIMLAR BOYAYICI ; MALLIOIKEUS Coloring ; Diseños de color ; والنماذج التلوين

terça-feira, 28 de Agosto de 2012

Brave Indomável

Data de estreia: 2012-08-15 Título Original: Brave Realizador: Mark Andrews, Brenda Chapman Actores: Vozes: Daniela Ruah, José Neves, Helena Montez, Natália Luiza, Paulo Oom, Carlos Vieira de Almeida Distribuidora: ZON Audiovisuais País: EUA Ano: 2012 Género: Animação Classe Etária: M6 Duração (minutos): 100 Desde os tempos ancestrais, histórias de batalhas épicas e lendas míticas passaram de geração para geração nas montanhosas e misteriosas Terras Altas da Escócia. Em “Brave Indomável”, uma nova história junta-se às existentes lendas quando a corajosa Merida (voz de Kelly Macdonald) enfrenta a tradição, o destino e as mais perigosas criaturas. Merida é uma habilidosa arqueira e a impetuosa filha do Rei Fergus (voz de Billy Connolly) e da Rainha Elinor (voz de Emma Thompson). Determinada a trilhar o seu próprio destino, Merida desafia um costume ancestral, sagrado para os poderosos senhores da terra: o intenso Lord MacGuffin (voz de Kevin McKidd), o arrogante Lord Macintosh (voz de Craig Ferguson) e o irritante Lord Dingwall (voz de Robbie Coltrane). As ações de Merida lançam inadvertidamente o caos e a fúria no reino, e quando ela recorre a uma velha e excêntrica Bruxa (voz de Julie Walters) a ajuda vem em forma de maldição. O perigo iminente força Merida a descobrir o significado da verdadeira coragem para que possa desfazer a terrível maldição antes que seja tarde demais.

domingo, 19 de Agosto de 2012

As dúvidas que ficaram dos Jogos Olímpicos 2012

O que faziam minis telecomandados em pleno Estádio Olímpico? Por que é que Hong Kong participou se é território da China desde 1997? E a chama olímpica, vai continuar acesa até aos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016? Terminada a edição de Londres 2012, o SOL esclarece estas e outras dúvidas sobre o maior evento desportivo do planeta. Por que são as ginastas tão pequenas? Desde logo porque as mais baixas tendem a ser melhores, por terem um centro de gravidade mais apropriado à modalidade. E também por iniciarem os treinos intensivos entre os três e os seis anos, o que lhes atrasa a puberdade, uma das fases de desenvolvimento em que o crescimento é mais acelerado. A que propósito se viram minis telecomandados no Estádio Olímpico? Para facilitar o transporte do disco e do dardo após os lançamentos (por vezes a mais de 80 metros), a organização criou um conceito inovador: o objecto lançado era colocado em cima de um carro teleguiado e devolvido ao dono numa questão de segundos. Bastava acelerar com o comando à distância. Onde urinam os maratonistas? Pelas pernas abaixo. Já os nadadores fazem-no na piscina, quando aparece a vontade, como admitiu Michael Phelps. «O cloro mata tudo», justificou o norte-americano, que se tornou o atleta mais medalhado da história olímpica. Por que é que os países da Grã-Bretanha não competem em separado? Porque em modalidades como o futebol ou o râguebi, Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte estão inscritos individualmente nas federações internacionais. Mas no Comité Olímpico Internacional (COI) apenas está registada a Grã-Bretanha. A Irlanda do Norte não faz parte da ilha, mas integra o mesmo comité. Por isso a selecção olímpica junta os quatro países. E como é que Hong Kong participa? Não é território chinês? É. Mas é governado através de um regime autónomo, sem vínculo aos padrões sociais e económicos vigentes no resto da China. Faz tudo parte do acordo de transferência de soberania com a Inglaterra, em 1997, que preservará este estatuto por 50 anos. O seu comité olímpico é reconhecido pelo COI – ao contrário do de Macau, que por isso não levou atletas a Londres. Estiveram presentes todos os países do mundo? Sim. Mas nem todas as 204 delegações representaram um país, como Hong Kong e não só. Guam, no Oceano Pacífico, ou Porto Rico, no Caribe, são territórios dos Estados Unidos, mas estão inscritos no COI e participaram como se fossem um país. Já as Ilhas Faroé, que pertencem à Dinamarca, ou a Nova Caledónia, da França, ficaram de fora. Havendo marcas mínimas para se obter a qualificação olímpica, por que surgem atletas que têm desempenhos tão fracos, como o remador do Níger que nem remar sabia? Tendo em vista uma participação cada vez mais global, o COI convida alguns países sem atletas qualificados por via das marcas realizadas. Todas as delegações estiveram representadas por homens e mulheres? O objectivo era que assim tivesse acontecido pela primeira vez, mas Barbados, Nauru e Saint Kitts e Nevis só levaram homens e o Butão e o Chade apenas mulheres. Por que razão os atletas nascidos num país são autorizados a competir por outro? A regra 41 da Carta Olímpica só exige que tenham a nacionalidade do país que vão representar. Houve muitos nestas condições em Londres – só os Estados Unidos levaram 40, incluindo Leo Manzano, que nasceu no México e ganhou o ouro nos 1500 metros de atletismo. Os atletas podem representar países diferentes em duas edições? No futebol, a FIFA não deixa. Mas o COI é bem mais flexível. Basta terem a nacionalidade desse país que até podem defender uma bandeira diferente a cada quatro anos. A cavaleira Luciana Moniz, por exemplo, competiu pelo Brasil em Pequim e por Portugal em Londres. Por que se depilam os nadadores e os ciclistas? Os nadadores para combaterem a resistência à água e deslizarem melhor na piscina. Os ciclistas para curarem melhor as feridas em caso de queda. O que é preciso para uma modalidade se tornar olímpica? Tem de ser reconhecida por uma federação internacional que adopte os princípios olímpicos, ser amplamente praticada a nível mundial e ser recomendada pela Comissão de Programa Olímpico do COI. O golfe e o râguebi de sete serão modalidades de demonstração em 2016 e 2020, aproveitando as vagas deixadas pelo basebol e softbol, que já não estiveram em Londres. No máximo só podem existir 28 desportos em cada edição dos Jogos e a quota está preenchida. Quem foram os mais baixos em prova? O halterofilista de Tuvalu, no Pacífico, Lapua Lapua, com 1,40 metros (12.º na categoria de 62kg). E a velocista da Jamaica Schillonie Calvert, com 1,35m (medalha de prata na estafeta de 4x100 metros). E os mais altos? Os basquetebolistas chineses Zhaoxu Zhang, com 2,21 metros (10 pontos marcados em cinco derrotas), e Wei Wei, com 2,07m (9 pontos em três vitórias e três derrotas). E os mais gordos? O judoca Ricardo Blas Jr., de Guam, com 218 quilos (eliminado na 2.ª ronda da categoria de +100kg) e a halterofilista norte-americana Holley Mangold, com 157 quilos (10.º na prova de +75kg). E os mais magros? Os chineses Yuan Cao, de 42 quilos, e Yadan Hu, de 36. Ele conquistou o ouro nos saltos para a água sincronizados, em plataforma a 10 metros. Ela foi nona na mesma prova, mas individual. A chama olímpica vai ficar acesa? Não. Voltará a ser acendida em Olímpia, na Grécia, a poucos meses dos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016. Os primeiros raios do Sol desse dia serão reflectidos num espelho côncavo e o azeite ali espalhado ateará a nova chama. A primeira tocha olímpica ardeu na edição de 1928, em Amesterdão. Qual será o destino das pétalas que formaram a tocha em Londres? Cada uma representava uma delegação e serão distribuídas pelas 204 que estiveram em Londres. Foram distribuídos 150 mil preservativos na aldeia olímpica, um novo recorde. O sexo tornou-se modalidade olímpica? Não. Foi só uma acção de marketing de uma marca de preservativos. Que muitos terão aproveitado. Segundo a estimativa do nadador norte-americano Ryan Lochte, com passagens anteriores por Atenas-2004 e Pequim-2008, mais de 70% dos atletas têm sexo na aldeia olímpica. O que vai acontecer ao mobiliário da aldeia olímpica? Está à venda na internet desde terça-feira, no site remainsofthegames.co.uk. Um caixote do lixo de casa de banho custa três euros, uma mesa-de-cabeceira com duas gavetas que trancam sai a 24 euros, um quarto completo fica a 125 euros. As grávidas podem competir? Podem. E pelo menos uma esteve em Londres: Nur Suryani Mohamad Taibi, da Malásia, foi 34.ª (em 56 participantes) no tiro com carabina a 10 metros, com uma barriga de oito meses – a gravidez mais adiantada de sempre de uma atleta olímpica. Quem eram os ‘ciclistas’ que acompanhavam as provas de remo e canoagem? Eram os treinadores dos atletas. Quais são as únicas modalidades em que os Estados Unidos não conquistaram qualquer medalha? Andebol, badminton e ténis de mesa. Quanto pesam as medalhas de ouro? E são maciças? As de Londres são as maiores e mais pesadas de sempre (375 a 400 gramas). Mas têm uma percentagem muito reduzida do metal mais valioso – 1,34%. O principal ‘ingrediente’ da medalha de ouro é a prata (92,5%) e o resto é cobre. Desde 1912 que não são entregues medalhas de ouro sem outros metais à mistura. Quanto vale uma medalha de ouro? Aos preços actuais, se cada uma das 302 medalhas de ouro distribuídas em Londres fosse só em ouro, o Comité Organizador teria de desembolsar mais de 32 milhões de euros para as adquirir. E cada campeão olímpico levaria para casa mais de 100 mil euros ao peito. Como apenas 1,34% da medalha é ouro (6 gramas), a poupança é gorda: cada uma vale apenas 574 euros. Mesmo assim é a mais valiosa de sempre, por causa dos máximos históricos a que hoje se comercializa o ouro. E as de prata são 100% prata? Não. Têm os mesmos 92,5% deste metal, como as de ouro. Só que sem o ouro. Tudo o resto é cobre. Já as de bronze têm 87% de cobre, 2,5% de zinco e 0,5% de estanho. Quantos atletas estiveram presentes? Cerca de 10 mil e quinhentos. Não há um número oficial exacto. Quem era o mais velho? O japonês Hiroshi Hoketsu, que aos 71 anos concluiu a prova hípica de ensino no 40.º lugar. O mesmo que alcançou na sua estreia em Jogos Olímpicos, em 1964, mas na competição de saltos de obstáculos. E o mais novo? A nadadora Adzo Kpossi, do Togo. Com 13 anos, participou nas eliminatórias dos 50 metros livres. Marcaram presença outros 32 atletas com menos de 15 anos. Alguém acusou doping? Só a bielorrussa Nadzeya Ostapchuck, que perdeu o ouro no lançamento do peso, por ter testado positivo, para a neozelandesa Valerie Adams. Mas ainda não estão apurados os resultados dos mais de cinco mil controlos. Usain Bolt 4 x 100 Jamaica

quinta-feira, 19 de Julho de 2012

Tubarão-baleia aprende a sugar peixes das redes de pesca

Uma equipa de cientistas captou imagens de tubarões-baleia, o maior peixe do mundo, que aprenderam a sugar os peixes das redes de pesca numa baía da Indonésia. No final de Junho, os investigadores – das organizações Conservation International e WWF (Fundo Mundial para a Natureza) e do Instituto de Investigação Hubbs Sea World – participavam numa expedição de cinco dias para ajudar as autoridades do Parque Nacional da Baía de Cendrawasih a estudar a população de tubarão-baleia (Rhincodon typus), recentemente descoberta na região, quando captaram as imagens. O vídeo, colocado no site YouTube, já terá sido visto por mais de um milhão de pessoas em dois dias. Normalmente, os tubarões são atraídos às redes de pesca e esperam pelos peixes que se poderão soltar. Mas estes tubarões na baía Cendrawasih não querem esperar. “Os tubarões já não se contentam em esperar junto às redes para uma refeição de graça e (...) aprenderam a sugar o peixe através de buracos nas redes”, disse a Conservation International, em comunicado. O tubarão-baleia – que pode pesar 20 toneladas e medir 12 metros de comprimento - é um tubarão filtrador, ou seja, alimenta-se de plâncton e pequenos peixes filtrando-os na água, com um efeito de sucção. Os investigadores aproveitaram a “refeição” dos tubarões para lhes conseguir colocar dispositivos de seguimento, a fim de estudar “o tamanho da população daquela baía e monitorizar os movimentos dos animais nos próximos anos”, acrescentou a organização. “Os tubarões, frequentemente, ficam horas a alimentar-se e são muito fáceis de aproximar”, notou. Ao fim de quatro dias, os cientistas colocaram aqueles dispositivos em 30 tubarões. Ainda assim, esta estratégia de alimentação tem os seus perigos. “No terceiro dia da expedição, fomos chamados por pescadores para os ajudar a libertar dois tubarões que ficaram presos nas redes, quando estavam a ser içadas para a superfície”, acrescentou a Conservation Internacional. A operação de libertação demorou dez minutos.

sábado, 7 de Julho de 2012

Pandas bebés divertem-se no parque infantil

Quatro crias de panda gigante do Chengdu Panda Base na China brincam, como bebés que são, num parque infantil feito de madeira. Um vídeo lançado pelo Chengdu Panda Base, como parte de uma iniciativa de conservação chamada "Semana de Sensibilização para os Pandas" ("Panda Awareness Week") mostra quatro crias de panda gigante a divertirem-se como autênticas crianças. No vídeo podem ver-se os pandas a brincar num baloiço, a descer o escorrega e a tropeçar uns nos outros, incentivados pelos tratadores da base de reprodução. O Chegdu Panda Base é uma organização chinesa, sem fins lucrativos, de pesquisa da vida selvagem, reprodução em cativeiro, conservação, educação e turismo educativo. Tem hoje em cativeiro 83 pandas, espécie que ainda há pouco tempo estava em risco de extinção.

quarta-feira, 13 de Junho de 2012

OS ANIMAIS SÃO NOSSOS AMIGOS Nº22 "v" VEADO

DESENHOS PARA COLORIR VEADO STAG CIERVO ; DESIGNS FOR COLOR ; DESSINS POUR LA COULEUR ; Entwürfe für Farbe ; 外觀設計著色 ; ΣΧΕΔΙΑ ΧΡΩΣΤΙΚΕΣ ; ONTWERPEN COLORING ; DESAIN Mewarnai ; デザインぬりえ ; ПРОЕКТЫ раскраски ; ПРОЕКТИ розмальовки ; TASARIMLAR BOYAYICI ; MALLIOIKEUS Coloring ; Diseños de color ; والنماذج التلوين As Hastes do Veado Vaidoso As Hastes do Veado Vaidoso António Torrado escreveu Cristina Malaquias ilustrou Era uma vez um veado que tinha em grande apreço as suas hastes recortadas, que lhe davam à cabeça um ar de majestade. Quando ia dessedentar-se no lago, tanto bebia como se mirava. - Que gloriosos chifres os meus! Nenhum animal de cornos os tem tão formosos. Em contrapartida, as patas delgadinhas desgostavam-no. Debruçado para a água, comparava-as com a volumosa e artística cornadura, e dizia: - As minhas pernas estão desproporcionadas com os outros extremos do meu corpo. Não fossem elas assim tão estreitas e eu seria o mais elegante dos animais. Nisto, o veado ouviu, não longe, o uivo de trompas de caça. Ele sabia o que aquela música significava. Fugiu. Caçadores a cavalo perseguiram-no. Corriam os cavalos a galope e corria o veado, com quantas pernas tinha. Ágeis, as pernas, no arremesso do medo, saltavam barrancos, venciam precipícios, quase voavam. O veado só pedia que o vigor das pernas não o abandonasse. Mas, num túnel de ramos, os galhos do veado embaraçaram-se nos troncos e suspenderam-lhe a corrida. Já se aproximavam os cavaleiros. Os belos chifres estavam a deitá-lo a perder. Sentindo-se perdido, o veado deu um sacão ao corpo e metade de um chifre, que estava preso, partiu-se. Deixá-lo. O veado livrou-se. As pernas retomaram a fogosa carreira da salvação e o veado conseguiu escapar dos caçadores. Já livre de perigo, o veado pôs-se a pensar no que lhe sucedera. As pernas, que ele há pouco desprezava, tinham-no salvo. As hastes da sua vaidade por pouco que não o atraiçoavam.

segunda-feira, 28 de Maio de 2012

Terra levou 10 milhões de anos a recuperar da maior extinção em massa

Um estudo revelou que a Terra levou cerca de 10 milhões de anos a recuperar da maior extinção em massa da sua história. A crise no fim do período Pérmico foi de longe a crise mais dramática que a vida na Terra enfrentou. Uma série de acontecimentos ambientais adversos como aquecimento global, chuva ácida, acidificação e falta de oxigénio no oceano provocaram a morte de 90% dos seres vivos na terra e no mar. A vida quase terminou há cerca de 250 milhões de anos. Num artigo publicado na revista Nature Geoscience, a dupla de cientistas Zhong Chen-Qiang da Universidade de Geociências chinesa e Michael Benton da Universidade de Bristol indicam que a recuperação da vida após a extinção em massa demorou cerca de 10 milhões de anos. “É difícil imaginar como tanta vida foi destruída mas não há dúvida, por alguns segmentos de rocha da China e noutros locais à volta do mundo, que esta foi a maior crise que a vida alguma vez enfrentou”, explicou Chen. Os cientistas apontam dois motivos possíveis para o atraso do regresso da vida: a intensidade absoluta da crise e as condições adversas na Terra após a primeira onda de extinção. A pesquisa atual indica que as condições adversas na Terra mantiveram-se cerca de cinco a seis milhões de anos depois da crise inicial, com crises de carbono e oxigénio frequentes, aquecimento e outros eventos nocivos. Alguns grupos de animais no mar e terra recuperaram rapidamente e começaram a reconstruir os seus ecossistemas mas sofreram novos retrocessos. A vida não recuperou verdadeiramente nestas fases iniciais porque ainda não estavam estabelecidos ecossistemas permanentes. Benton, professor de paleontologia de vertebrados explicou que “ quando a vida parecia estar a voltar à normalidade surgia uma nova crise e ocorria novo retrocesso. As crises de carbono foram repetidas várias vezes e as condições só normalizaram outra vez após cinco milhões de anos.” Finalmente, quando as crises ambientais deixaram de ser tão graves, surgiram ecossistemas mais complexos. No mar apareceram novos grupos, como caranguejos e lagostas ancestrais, assim como os primeiros répteis marinhos. “Vemos sempre as grandes extinções em massa como eventos totalmente negativos mas mesmo neste caso mais devastador, a vida recuperou, após milhões de anos e, surgiram novos grupos. O evento reajustou a evolução. Contudo, as causas de morte, aquecimento global, chuvas ácidas e acidificação dos oceanos soam-nos bastante familiares. Talvez possamos aprender alguma coisa com estes eventos antigos.” Este artigo foi publicado na revista Nature Geoscience. Poderá aceder ao resumo do artigo aqui. *Este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico Fonte: www.sciencedaily.com

terça-feira, 3 de Abril de 2012

APRENDER INGLÊS Nº2 - learn English Twinkle Twinkle Little Star


Twinkle Twinkle Little Star lyrics:
Twinkle, twinkle, little star.
How I wonder what you are.
Up above the world so high,
Like a diamond in the sky.
Twinkle, twinkle, little star.
How I wonder what you are.

This video was created as a thank you to everyone for helping us reach 100,000,000 views on YouTube. Twinkle Twinkle Little Star had long been our most requested song, and we were really happy to record the song with one of our students, Nagi. We hope you like it! A special thanks goes out to Nate at Fuzz Animation for the amazing animation.

segunda-feira, 19 de Março de 2012

Nasa reconstitui a história da Lua


A lua não teve sempre o mesmo aspecto, apesar da sua aparente quietude. O Goddard Space Flight Center da Nasa reconstituiu o passado do satélite natural da Terra e a sua tumultuosa evolução. Embora a sua aparição ainda seja objecto de debate entre os astrónomos, observações realizadas com o Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO), enviado à superfície lunar em 2009, permitiu aos especialistas norte-americanos perceber melhor a lua.
Um dos primeiros choques na sua evolução é a formação, há 4,3 milhares de anos, do Polo Sul-Aitken – é uma cratera localizada no lado negro da Lua, com 13 quilómetros de profundidade e 2500 de diâmetro e assim nomeada em homenagem a Robert Grant Aitken, um astrónomo especialista em sistemas estelares binários.

Livre de impactos de grande envergadura até agora, a superfície do satélite terrestre, não tem qualquer atmosfera protectora caso sofra colisões com asteróides. As crateras e os mares lunares foram-se desenvolvendo ao longo de centenas de milhões de anos, muito antes de ter a face rugosa que hoje se observa.

domingo, 18 de Março de 2012

ABC DOS NOSSOS AMIGOS Nº "I" (INDIANA JONES)




DESENHOS PARA COLORIR INDIANA JONES
; DESIGNS FOR COLOR ; DESSINS POUR LA COULEUR ; Entwürfe für Farbe ; 外觀設計著色 ; ΣΧΕΔΙΑ ΧΡΩΣΤΙΚΕΣ ; ONTWERPEN COLORING ; DESAIN Mewarnai ; デザインぬりえ ; ПРОЕКТЫ раскраски ; ПРОЕКТИ розмальовки ; TASARIMLAR BOYAYICI ; MALLIOIKEUS Coloring ; Diseños de color ; والنماذج التلوين






INDIANA JONES SITE

INIANA JONES CHANEL

quarta-feira, 14 de Março de 2012

APRENDER INGLÊS Nº1 - learn English


Set to the same tune as "Twinkle Twinkle Little Star", The ABC Song for children is a classic. In this video, we slow the song down and speak the letters very clearly, so young learners can catch and understand each letter. You'll also notice we remove the "and" between "Y and Z". Many young learners confuse that "and" for a letter name when first hearing the song. We hope you enjoy the song, and our apologies to our British English speaking friends for the Zee instead of Zed. We'll try to get a new version for you soon :-).




SUPER SINGLE SONGS

sábado, 3 de Março de 2012

THE LORAX MOVIE - WALLPAPERS







Data de estreia: 2012-03-22
Título Original: The Lorax
Realizador: Chris Renaud, Kyle Balda
Actores: Vozes de: Zac Efron, Danny DeVito, Ed Helms, Taylor Swift, Betty White, Willow Smith
País: EUA
Ano: 2012
Género: Animação

Dos criadores de Gru – O Maldisposto e da imaginação de Dr. Seuss, chega-nos LORAX, em 3D, uma adaptação do clássico conto de uma criatura da floresta que partilha o contínuo poder da esperança. A aventura de animação segue a viagem de um rapaz de 12 anos que procura apenas o que o fará ganhar o afeto da rapariga dos seus sonhos. Para o encontrar, terá de descobrir a história do Lorax, a irritante mas charmosa criatura que luta para proteger o seu mundo.